Friday, October 28, 2016

🎼🎵🎼 Banda D'CAVE : Brazil / Rio de Janeiro



SZ: Qual é a formação atual ?
r : É a formação original, Jamil Braz- guitarra e voz e Mario Moura- Produção, arranjos de teclado, programação de bateria e baixo.

SZ: Quem já tocou na banda e porque saiu ?
r : Continuamos uma dupla, o D’CAVE é considerado um projeto, pois temos outros trabalhos (bandas etc) mas nunca nos apresentamos ao vivo. Tocamos músicas do D’CAVE em outros trabalhos como na Banda Esquina Base.

SZ: Quais as influencias de cada integrante ?
r: Temos praticamente as mesmas influências, somos amigos de longa data, bem antes de começarmos o D’CAVE. Rock’nroll, blues, MPB, blackmusic (soul, hiphop).

SZ: Qual a maior influencia da banda apenas uma?
r: Mario- Led Zeppelin, Jamil- The Jimi Hendrix experience

SZ: Defina o que é uma banda ?
r: É uma definição bem ampla e ao mesmo tempo simples, pessoas que se unem pra fazer um som, ou amigos que têm prazer de tocar juntos, também pode ser encarada como um projeto musical e comercial, na verdade é um pouco de tudo isso.

SZ: Como se sustenta a banda no mercado nacional?
R: D’CAVE não tem intuito comercial.

SZ: Comente a cena independente do Brasil?
r: Existem espaços para tocar, mas a cena independente é muito difícil, só continua quem realmente gosta muito,  por outro lado acreditamos que uma banda com um bom som, e fechada, digo, com integrantes que se respeitam e têm prazer de não só tocar juntos mas de conviver, ninguém segura, mais cedo ou mais tarde o reconhecimento, shows e grana virão.

SZ: Como será o mercado musical daqui a 10 anos?
r : Posso estar errado mas não acredito que possa mudar muito, existem várias maneiras de tocar e fazer carreira musical, seja numa banda, ou produzindo jingles e trilhas, ou solo. Acho que depois da internet e dos recursos de computador como homestudios, sinceramente não vejo como mudar ou evoluir mais, falando de mercado, claro que a tecnologia não para de evoluir.

SZ: O que é preciso para ter sucesso?
r: Muita disciplina ou muito talento, ou os dois juntos aliados a sorte para quem não tem nenhuma referência (conhecimento, “quem indica”) dentro do showbusiness. Consideramos que a mídia” vende o que quiser”, a nível de Brasil, com um marketing forte muita coisa ruin ganha visibilidade.

SZ: Quais os projetos para 2017?
r: Gravação de novas músicas e apresentações ao vivo.

SZ: O Rock ainda é uma filosofia de vida ou está manipulado pela mídia? Como você vê o Rock nacional?
r: Na minha opinião, o rock não é uma filosofia de vida, e sim deve fazer parte de uma filosofia de vida, pois a vida é muito maior e devemos aproveitar tudo que ela nos traz de bom. Acho que de todos os ritmos musicais o rock é o menos manipulado pela mídia, porque em  linhas gerais não é um gênero musical comercial, faz rock quem realmente gosta, e vemos o rock nacional numa sintonia com o rock internacional, as melhores bandas da atualidade são as que surgiram nos anos 70 e 80, Black sabbath, Deep purple, ACDC, Led com seus revivals..mas não podemos negar o prazer de ver bandas como Metalica, Pearl Jam e no Brasil tirando veteranos como paralamas, novos baianos, titãs  são poucas bandas conhecidas atuais fazendo um rock legal. Acho que temos muitas pérolas (bandas) que deveriam ser descobertas, mas a mídia e o público preferem vender e “comprar” sertanejo e pagodes melosos..uma pena e uma lástima ao mesmo tempo.

SZ: Qual o futuro do Rock?
r: Que continue sendo rock, o tradicional junto à criatividade de coisas novas.

SZ: Onde tocaram e qual foi a reação do publico?
r: As vezes que tocamos musicas do D’CAVE ao vivo a receptividade foi boa, amigos consideram a musica “keep on groovin’” um hit, alternativo claro pois vem de uma banda desconhecida do público em geral
.
SZ: Porque D’CAVE ?
r: Rss..Quando mais novos costumávamos nos chamar “caverna” uns aos outros! Tipo, “fala caverna, qual a boa e tal”, pensamos primeiro em Caveman, mas já existia uma banda chamada assim, então Mario, se não me engano, sugeriu D’CAVE.

SZ: Deixe alguma mensagem para quem esta formando ou pensando em formar uma banda de rock?
r: Sim, vou repetir aqui,” acreditamos que uma banda com um bom som, e fechada, digo, com integrantes que se respeitam e têm prazer de não só tocar juntos mas de conviver, ninguém segura, mais cedo ou mais tarde o reconhecimento, shows e grana virão”.

SZ: Considerações finais .
r: Keep rockin’!!

Site : http://www.numberonemusic.com/dcave

E-Mail : jamilbraz@yahoo.com.br

Featured Post

Cáscara Sagrada Activity Statistics

Banda Cáscara Sagrada ...